A Revelação do Anunciado Tempo do Fim

Livros sobre o tempo do fim por Ronald Weinland


RONALD WEINLAND

Ronald Weinland, autor de livros traduzidos em 9 idiomas e distribuídos em mais de 170 países, é, antes de tudo, um apóstolo do Único e Todo-Poderoso Deus Eterno.

Assim como seu predecessor, o Sr. Herbert W. Armstrong, que foi o líder da Igreja Mundial de Deus até a sua morte em 1986, Ronald Weinland é um apóstolo de uma longa estirpe de apóstolos de Deus, começando com os 12 primeiros apóstolos, que iniciaram seu ministério no ano 31 D.C., muito antes que surgissem os que falsamente se chamam cristãos.

Ronald Weinland é o último apóstolo nesta última era do autogoverno da humanidade. Esse autogoverno vai acabar com a segunda vinda de Jesus Cristo, que volverá para pôr fim a Terceira Guerra Mundial e para trazer a paz a esta Terra. A paz que o ser humano tem sido incapaz de alcançar durante os últimos 6.000 anos. Jesus Cristo veio a primeira vez, há quase 2.000 anos, como o Cordeiro de Deus, cujo sacrifício no Pessach tornou possível o perdão dos pecados do ser humano. Mas desta vez, Cristo está vindo como um “leão”, com grande poder para lutar, conquistar e punir aqueles que estão destruindo a Terra. Ele então vai estabelecer um só governo em todo o mundo, o Governo de Deus, sob o qual Ele reinará em paz durante os próximos 1.000 anos.

Os relatos históricos sobre isto variam, mas acredita-se que os primeiros apóstolos, em sua maioria, incluindo a Paulo, que foi o apóstolo para os gentios, foram presos e acabaram mortos. O último apóstolo a escrever um livro da Bíblia foi João, que também era um profeta. Durante o tempo em que ele esteve preso na ilha de Patmos Deus lhe revelou o que devia escrever no livro do Apocalipse. Ronald Weinland é o outro único apóstolo que é ao mesmo tempo um profeta de Deus e de Jesus Cristo. Ele é o homólogo de João, no sentido de que João recebeu a revelação sobre os acontecimentos do tempo do fim, para que ele pudesse escrever isto no livro de Apocalipse, e Ronald Weinland recebeu a revelação do “significado” daquilo que João escreveu e também a responsabilidade de revelar este “significado” através dos livros e das mensagens que ele escreveu e de muitos sermões e entrevistas que ele gravou.

Desde os tempos de João, a 1.900 anos atrás, a verdadeira Igreja de Deus estava acostumada a ter um profeta; mas Deus ungiu Ronald Weinland como profeta em 1997. O primeiro livro, O Anunciado Tempo do Fim, que foi publicado em meados de 2004, é o produto do que Deus lhe revelou através de Cristo sobre o cumprimento dos acontecimentos proféticos do tempo do fim, que começaram primeiro na própria Igreja de Deus em dezembro de 1994, quando o Primeiro Selo de Apocalipse foi aberto. E como a maioria das pessoas do mundo não sabem nada sobre a verdadeira Igreja de Deus, elas tampouco sabem que esses acontecimentos levaram a abertura dos primeiros seis selos de Apocalipse. Também foi revelado que o que aconteceu no dia 11 de setembro (9/11) foi uma importante parte do cumprimento dos acontecimentos do sexto selo, e uma “tipologia profética” do que ainda virá, em uma escala muito maior.

No seu segundo livro, 2008 – O Último Testemunho de Deus, Ronald Weinland começa a revelar o resto dos principais acontecimentos do fim dos tempos e também quando esses acontecimentos vão ocorrer, em continuação do que ele havia escrito em seu primeiro livro. Nesse livro ele revela sobre a abertura do Sétimo Selo (o último selo a ser aberto), que ocorreu em 2008, e também revela o significado das Sete Trombetas dentro desse Sétimo Selo. Ele também revela no que consistem os Sete Trovões do Apocalipse, algo que João foi proibido de escrever. No entanto, deve ficar claro que toda a cronologia destes acontecimentos, como inicialmente mencionada neste livro, foi postergada por exatamente sete anos.

Estes acontecimentos finais do fim dos tempos, que vão submergir a toda a humanidade em uma Terceira Guerra Mundial, começaram com a abertura do Sétimo Selo do Apocalipse em 2008. Eles começaram com um forte estremecimento do sistema econômico mundial no final de 2008 e começo de 2009. O que começou nessa época vai continuar com a volta da crise econômica no final de 2015 e início de 2016, algo que será muito intenso e que vai resultar na total ruína da economia mundial.

Essa primeira fase do grande colapso econômico, que prepara o palco para o que virá a seguir, foi apenas temporariamente adiada por uma flexibilização quantitativa; algo que tem contribuído a inchar fatalmente ainda mais um sistema falho que levará o mundo a um colapso global muito mais apavorante. Este colapso agora será muito mais devastador do que aquele que poderia ter acontecido no final de 2008 e começo de 2009. Essas profecias revelam o colapso do dólar norte-americano, bem como o rápido declínio e, em seguida, a destruição definitiva do próprio Estados Unidos. A grande última guerra profetizada alcançará o apogeu da destruição quando uma aliança formada por dez nações europeias, que se unem temporariamente, e uma aliança formada por potências como Rússia, China e várias outras nações comecem a usar armas nucleares.

Ronald Weinland é o último apóstolo que foi enviado a este mundo. E como tal, Deus estabeleceu através dele um último testemunho da verdadeira atitude e espirito do ser humano para com o próprio Deus. Isso tem sido manifestado (revelado) através das “muitas” pessoas que voltam-se contra aquele que Deus enviou ao mundo com Sua última advertência sobre Seu juízo, com amargura, ódio, aversão, zombaria, ridicularizando-lhe e caluniando-lhe.

A verdadeira atitude do ser humano também tem sido revelada no exemplo do julgamento e prisão de Ronald Weinland pelo governo dos Estados Unidos. Ele começou a cumprir sua sentença em fevereiro de 2013, e espera-se que ele saia da prisão em fevereiro de 2016. Ao longo dos séculos Deus tem revelado o verdadeiro espírito do ser humano através da maneira em que Seus profetas e apóstolos foram tratados e julgados, sendo muitos deles presos e até mesmo mortos.

Ronald Weinland foi acusado e declarado culpado de sonegar impostos ao governo federal. Essa acusação foi feita contra alguém que crê e ensina que ele mesmo e os membros da Igreja devem obedecer as leis e respeitar o governo da nação em que vivem. A doutrina que a Igreja ensina é que todos devem ser tão fiéis em pagar os seus impostos no país onde vivem como são fieis em pagar seus dízimos a Deus. Ronald Weinland foi acusado de declarar muitas de suas despesas pessoais como despesas da Igreja. Despesas que não poderiam ser declaradas como tal pois, de acordo com a acusação, são despesas pessoais cujo reembolso deve ser contabilizado como parte de seu salario e que como tal estão sujeitas a impostos. Há apenas duas despesas que foram declaradas, cuja quantia de dinheiro gasta era o suficientemente alta como para que o governo pudesse usar este fato como base legal para uma acusação e mais tarde para uma condenação. No entanto, em ambos casos se trata de despesas legítimas, pois foram feitas com base nas crenças e práticas religiosas da Igreja de Deus. Mas o governo rejeitou esta argumentação e não permitiu que essas despesas sejam declaradas como tal pela Igreja. As despesas declaradas não eram pessoais, mas foram feitas com base nas crenças e práticas religiosas da Igreja.

Uma quantia de 300.000 dólares americanos, dinheiro pertencente a Igreja, foi transferida para um banco na Suíça. Isto foi apresentado pela acusação como um ato criminoso, mesmo sendo do conhecimento de todos que em 2002 a Igreja tinha sido informada desta transação financeira e também sobre o fato de que o dinheiro seria depositado a nome pessoal de Ronald Weinland. Isso foi feito dessa maneira com o objetivo de que a Igreja pudesse continuar funcionando durante a Terceira Guerra Mundial, que vai estourar nos últimos anos do fim dos tempos (que vai agora começar em algum momento entre novembro de 2015 e maio de 2019).

Essa transferência de dinheiro para a Suíça foi feita porque nós cremos, com base na profecia, que o dólar americano entrará em colapso durante esses últimos anos, e que esta escassa quantia de dinheiro depositada na Suíça poderia então ser usada para ajudar-nos a continuar fazendo a “obra religiosa” que estamos fazendo.

Devido a sua posição política durante uma boa parte da Segunda Guerra Mundial, Suíça era considerada como um “lugar seguro” para guardar dinheiro durante outra guerra mundial. Mas agora, no fim de 2015, devido ao fato de que Deus postergou todos os acontecimentos catastróficos do fim dos tempos e também a Terceira Guerra Mundial por exatamente sete anos, Deus também revelou que o fim profético para muitas nações também foi alterado. Isso inclui também a Suíça, que agora vai sofrer muito mais nessa última fase do fim dos tempos, e já não será um refúgio seguro para as finanças de ninguém.

No seu segundo livro, 2008 - O Último Testemunho de Deus, Ronald Weinland explica o que as pessoas devem fazer se quiserem sobreviver a esta última guerra – que será uma guerra nuclear – para poder viver em uma nova era que Deus dará à humanidade. Isto inclui também as pessoas que antes faziam parte da Igreja de Deus e que se dispersaram após a Apostasia. Elas devem ser humilhadas e precisarão receber àqueles a quem Deus enviou a elas.

Da mesma maneira que Deus revelou a João o que ele devia escrever no livro de Apocalipse enquanto ele estava na prisão, onde tinha sido mandado pelo governo romano na ilha de Patmos, Deus também revelou a Ronald Weinland mais compreensão sobre essas profecias; e ele escreveu isso enquanto estava na prisão. O novo livro, cujo título é Profetiza Contra as Nações, será publicado no começo de 2016. Este livro revela as razões pelas quais Deus postergou todos os acontecimentos do fim dos tempos por exatamente sete anos. Neste livro Ron Weinland se dirige mais especificamente a todas as pessoas e nações do mundo, abordando os profetizados acontecimentos catastróficos que lhes sobrevirão. Ele revela como Deus, agora, vai dar a milhões de pessoas a oportunidade de sobreviver neste fim dos tempos, para que elas possam viver nos próximos 1.000 anos em uma nova era de paz, onde Cristo governará as nações.

Ronald Weinland também explica como pelo menos 3,5 bilhões de pessoas morrerão por causa das catástrofes que vão ocorrer, e isto inclui uma massiva guerra nuclear que será a causa da maior parte de todas essas mortes e de toda essa destruição. Ele também explica como o número de mortos pode ser bem mais alto, superando os 6 bilhões de pessoas. Por outro lado, este livro também revela que existe a possibilidade de que centenas de milhões de pessoas sejam salvas.

Ronald Weinland revela neste livro que, assim como Deus postergou todos os acontecimentos do fim dos tempos por sete anos, Ele também alterou o possível resultado do que agora pode acontecer em muitas nações. Deus agora fala especificamente sobre algumas nações onde a destruição e o número de mortes podem ser consideravelmente reduzidos em comparação com o que poderia ter acontecido em 2012. Neste terceiro e último livro, Ronald Weinland fala especificamente sobre essas nações.